Em japonês a palavra taiko significa simplesmente “grande tambor”. Fora do Japão, a palavra é usada frequentemente para referir-se a alguns dos vários tambores japoneses (‘wa-daiko’, “tambor Japonês”, em japonês).

Blog de laiana : Nossa Vida De Otaku, Taiko

No Japão feudal, os Taiko eram frequentemente usados para motivar as tropas, para ajudar a marcar o passo na marcha e para anunciar comandos e anúncios marciais. Ao se aproximar ou entrar no campo de batalha o “Taiko yaku” era responsável por determinar o passo da marcha, usualmente com seis passos por batida do tambor (batida-2-3-4-5-6, batida-2-3-4-5-6). De acordo com uma das crónicas históricas (o Gunji Yoshu), nove conjuntos de cinco batidas servia para levar um batalhão á batalha, enquanto nove conjuntos de três batidas aceleradas três ou quatro vezes e seguidas pelos gritos “Ei! Ei! O! Ei! Ei! O!” era a chamada para avançar e perseguir o inimigo.

O Taiko também é muito utilizado em eventos festivos e tradicionais no Japão, sendo em muito dos casos o centro das atenções, como por exemplo no Bon Odori, uma dança tradicional. Devido ao seu grande peso os japoneses costumam deixá-lo fixo num local (á semelhança dos pianos), para não ter que os carregar com grande esforço para outro lugar. Normalmente o peso varia entre os 295~310Kg.

Blog de laiana : Nossa Vida De Otaku, Taiko

A região de Aomori é famosa pelo festival Nebuta onde enormes okedo-daiko são tocados por muitas pessoas enquanto são transportados pelas ruas.
O okedo também pode produzir um som metálico por percussão em seu anel, chamado “ka.” Ao produzir este som, os músicos devem ter cuidado para percutir apenas a parte externa do anel metálico e não o ponto de fixação no corpo do instrumento. A madeira fina e leve do okedo pode ficar marcada e rapidamente deteriorada se atingida.

Existem variadíssimos tipos de Taiko. Começando pelo “nagado-daiko” (taiko de corpo longo) consiste em duas peças de pele de vaca estendidas e presas sobre um corpo de madeira (tradicionalmente escavado numa única peça, mas hoje em dia feita de tábuas como um barril). As peles do “tsukeshime-daiko” são estendidas sobre anéis de aço e montadas como uma sanduíche sobre um corpo menor. As cordas usadas para fixar as peles no “tsukeshime-daiko” são presas antes de cada uso. O “okedo-daiko” (taiko com corpo em barril) pode ser montado sobre um suporte e tocado como outros tipos de taiko, mas é usualmente fixo com alças e carregado nos ombros do percussionista que pode assim andar e tocar ao mesmo tempo. Outros taikos japoneses incluem o “uchiwa-daiko” (taiko), “hira-daiko” (taiko chato), “o-daiko” (taiko gigante) e uma variedade de outros instrumentos de percussão utilizados nos conjuntos musicais japoneses como o noh, o gagaku e o kabuki.

Blog de laiana : Nossa Vida De Otaku, Taiko

O “O-daiko” (taiko gigante), tem um comprimento de 240cm, diâmetro de 240cm na parte mais larga e pesa de 3 toneladas. É feito de uma única peça de madeira de uma árvore com mais ou menos 1200 anos de idade. Os tambores “okedo-daiko” vão desde pequenos instrumentos fáceis de carregar até o maior de todos os tambores japoneses.

Os que habitualmente tocam Taiko para “ganhar” a vida costumam transportá-los em pequenos carros; os mais corajosos levam-nos ás costas.